SENAR/SC promove formatura do Jovem Aprendiz Cotista em Fraiburgo

01/08/2018

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR/SC), órgão vinculado à Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (FAESC) promove nesta quinta-feira (02), formatura do programa Jovem Aprendiz Cotista (JAC) no município de Fraiburgo. Ao todo, 16 jovens de 14 a 24 anos concluirão o curso em Auxiliar Administrativo e Financeiro, após dois anos de estudos. A solenidade ocorrerá no auditório do Sindicato dos Produtores Rurais de Fraiburgo às 19 horas e contará com a presença de familiares e amigos dos formandos, autoridades locais e do Sistema FAESC/SENAR-SC e Sindicato Rural.

O superintendente do SENAR/SC Gilmar Antônio Zanluchi explica que o programa é desenvolvido com base na Lei da Aprendizagem nº 10.097/2000, regulamentada pelo Decreto nº 5.598/05. “O programa busca promover a formação técnico-profissional metódica estimulando os jovens para a inserção no mercado de trabalho”, observa.

O curso de Auxiliar Administrativo e Financeiro possui carga horária total de 960 horas, sendo 480 horas de teoria e 480 horas de prática profissional. No programa são atendidos, preferencialmente, jovens de baixa renda os quais são capacitados para o ingresso no mercado de trabalho em condições especiais, sem prejuízo da escolaridade formal, por meio de atividades controladas e em ambiente protegido, conforme prevê a legislação vigente.

As aulas são realizadas com o apoio total do Sindicato Rural de Fraiburgo. De acordo com o presidente Ângelo Benincá, é uma honra para o município ser berço de tantos cursos e programas do Sistema FAESC/SENAR-SC, estimulando, cada vez mais, o desenvolvimento do setor na região. “Essa é uma iniciativa que torna compatível o desenvolvimento físico, moral e psicológico dos jovens e os prepara para enfrentar os desafios do mercado de trabalho. Sem dúvidas os alunos saem com uma importante bagagem para o futuro”, salienta.

O curso possui até dois anos de duração e a atividade diária é limitada em quatro horas, garantindo que o adolescente cumpra efetivamente os três pilares do processo de ensino aprendizagem: escola, trabalho e formação profissional.

“A educação é fundamental para o desenvolvimento do agronegócio no País. Investimos, por meio do SENAR/SC, em treinamentos e projetos que estimulam a capacitação e o desenvolvimento dos produtores rurais catarinenses e acreditamos que a educação promove transformações. O Programa Jovem Aprendiz Cotista é uma dessas ferramentas de estímulo a transformação”, complementa o presidente do Sistema FAESC/SENAR, José Zeferino Pedrozo.

MÃOS À OBRA

O jovem Gian Octávio Antunes de Oliveira, de 17 anos, ficou sabendo do curso por intermédio da mãe. Segundo ele, havia vagas para jovem aprendiz cotista na empresa que ela trabalha, Gian se inscreveu e foi selecionado. “De lá para cá aprendi muitas coisas que foram fundamentais para o meu desenvolvimento. As aulas foram excelentes e esclarecedoras, os professores eram ótimos e explicavam muito bem o conteúdo, sanando dúvidas e nos preparando para o dia a dia na empresa. Sem dúvidas muito do que aprendi eu consegui aplicar na minha rotina de trabalho, o que será muito bom para o meu futuro profissional”, relata o jovem que diz ter adquirido no JAC o amadurecimento profissional que precisava para definir os próximos passos para o futuro.

Gian pretende dar continuidade aos estudos e, sem dúvidas, aplicará também o que aprendeu durante o Programa Jovem Aprendiz Cotista. “É uma formação ampla e que nos possibilita utilizá-la em diferentes funções. A parte administrativa é fundamental para qualquer profissional”, avalia o jovem.

Assessoria de Comunicação Senar Santa Catarina