SENAR-AM realiza formação profissional em comunidades indígenas

09/12/2014

O Serviço de Aprendizagem Rural do Amazonas (SENAR-AM) com apoio da Secretaria de Estado para os Povos Indígenas (Seind) e prefeitura de Maraã realizou em duas semanas formação profissional para indígenas do município, localizado a 681 quilômetros de Manaus. A ação é da Câmara técnica de “Sustentabilidade Econômica dos Povos Indígenas”, do comitê Gestor de Atuação Integrada entre o governo do Amazonas e a Fundação Nacional do Índio (Funai).

Segundo o presidente do SENAR-AM, Muni Lourenço, “a parceria com o Governo do Estado, através da Seind, é estratégica e possibilita o atendimento de populações indígenas que até então não tiveram a oportunidade de passar por um curso profissionalizante rural. Certamente, esses cursos representarão melhoria de renda dessas famílias".

A ação beneficiou sete comunidades e 75 indígenas do município e até o dia 17 de dezembro, mais quatro também receberão formação profissional rural ministrada por técnicos do SENAR-AM. Dos nove cursos definidos, dois serão em Manacapuru, distante 84 quilômetros da capital, que receberá cursos em piscicultura e olericultura básica, na comunidade de Fortaleza do Patauá, do povo Apurinã.

Em Uarini, a 568 quilômetros de Manaus, também receberá formação, desta vez, em avicultura beneficiando cinco aldeias no total de 15 famílias Miranha e Tikuna. Já a aldeia Marajaí, no município de Alvarães, a 538 quilômetros de Manaus, terá os cursos de olericultura, e fruticultura básica, atendendo 30 famílias.

Assessoria de Comunicação Sistema FAEA/SENAR-AM
www.senar-am.org.br
(92) 9222-0320