Produtores de Santa Catarina terão 387 capacitações gratuitas em agosto

02/08/2016
Uma das capacitações ofertadas pelo SENAR trata do aumento da produtividade do mel, que será realizada em Araquari. Uma das capacitações ofertadas pelo SENAR trata do aumento da produtividade do mel, que será realizada em Araquari.

Em agosto os produtores rurais de Santa Catarina poderão escolher entre 387 capacitações que serão oferecidas gratuitamente pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR/SC). Aproximadamente 6.192 empreendedores serão capacitados em todo o território catarinense.

Entre os treinamentos oferecidos na região Norte está o de derivados de leite em Irineópolis, processamento de carne de frango em Canoinhas, cultivo de plantas medicinais em Itaiópolis, culinária de peixes e frutos do mar em Joinville, aumento da produtividade do mel em Araquari e operação e manutenção de motosseras no corte de árvores em Corupá.

No Vale do Itajaí acontecerão os cursos de casqueamento e ferrageamento de equídeos em Santa Terezinha, turismo rural com acolhida no meio rural em Taió, conservação do solo em Agronômica, instalação e manutenção de redes elétricas em Ituporanga, inclusão digital rural – informática básica em Pouso Redondo e manejo de gado leiteiro em Vidal Ramos.

A região Sul contará com as capacitações de artesanato de costura em tecidos em Pescaria Brava, doma racional de equídeos em Treze de Maio, cultivo hidropônico de hortaliças em Jacinto Machado, aproveitamento integral de alimentos em Urussanga, olericultura orgânica em Imaruí e produção caseira de pães e biscoitos em Ermo.

O Leste de Santa Catarina contará com os treinamentos de produção de boas práticas de manipulação de alimentos para agroindústrias em Santo Amaro da Imperatriz, operação e manutenção de ordenhadeiras e proteção de nascentes em Anitápolis, confeitaria em Palhoça e conservas de frutas, hortaliças e temperos em Antônio Carlos.

Alguns dos cursos que serão oferecidos na Serra Catarinenses são o de artesanato de bordado em Correia Pinto, produção de frangos e ovos caipiras em Bom Retiro, floricultura em Bocaina do Sul, artesanato em tear com lã de ovelha em Ponte Alta, bordado com patchcolagem em São Joaquim e tecnologia de aplicação de agrotóxicos em Urubici.

O Meio Oeste terá as qualificações de primeiros socorros em Erval Velho, jardineiro em Vargem Bonita, rédeas em Água Doce, acolchoados artesanais com lã de ovelha em Catanduvas, artesanato em couro em Herval do Oeste e formas associativas no meio rural em Caçador. 

Entre as capacitações oferecidas na região Oeste estão o de programa 5S em Seara, bordado em chinelos em Chapecó, operação e manutenção de colheitadeiras automotrizes em Peritiba, operação e manutenção no corte de árvores com o uso de motosserra em Coronel Freitas, emissão de guia de trânsito animal (e-GTA) em Quilombo e cultivo de plantas medicinais em Presidente Castelo Branco.

A região Extremo Oeste receberá os treinamentos em prevenção de acidentes e doenças relacionadas ao trabalho rural em Palmitos, emissão de nota fiscal eletrônica do produtor rural em São Miguel da Boa Vista, prevenção às deficiências na área rural em Galvão, operação e manutenção de tratores e implementos agrícolas em Jupiá, controle de qualidade no transporte do leite em São Carlos e artesanato de crochê e tricô em Dionísio Cerqueira.

Outros treinamentos podem ser acessados no site do SENAR/SC (www.senar.com.br) com as especificidades de carga horária, local e data de realização. Para participar, o produtor deve procurar o Sindicato Rural do município.

Assessoria de Comunicação do SENAR-SC
www.senar.com.br