Produtor garante que Soja Brasil contribui para a formação do trabalhador rural

14/01/2016

Apesar da chuva que caiu várias vezes durante a tarde e entrou noite a dentro, mais de 70 pessoas participaram, na noite desta quarta-feira (13/1), das palestras do Soja Brasil, em Canarana. O etanol de milho foi o assunto que mais despertou interesse dos participantes. A palestra sobre tecnologia de aplicação animou o público para participar das oficinas práticas que acontecem na manhã desta quinta-feira (14.01), na Carrega Brasil, carreta que se transforma em uma sala de aula e, estacionou pela segunda vez em frente do Sindicato Rural do Município.

Com uma área plantada de 1.700 hectares o produtor Murilo Ramos ficou bastante interessado em saber mais sobre a produção de etanol de milho. "Estou animado com a informação de que o governo vai incentivar o setor. É muito importante ter alternativa para negociar nosso produto". Ramos destacou ainda que estas palestras fazem as pessoas pensarem no futuro. "Não é uma coisa que vai acontecer do dia para noite, mas nos faz pensar".

Assim como Ramos, Renato da Rosa que planta 300 hectares junto com a família, Altair Jose e Marisa Koll que plantam 1.500 hectares e o casal Claudir e Lenir Signorine que além da soja, também plantam 400 hectares de milho safrinha também ficaram bastante animados com a palestra sobre etanol de milho. "É uma alternativa a mais para comercialização do que produzimos e, isso é muito importante para o produtor rural", enfatiza Lenir Signorine.

O conselheiro do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (SENAR-MT), Glauber Silveira, garante que o negócio é promissor. Ele mostrou as vantagens de investir na produção do etano de milho. "Mato Grosso já produz cerca de hum milhão de litros de etanol por ano e pelo menos 20% da produção do Estado já é de milho", destaca. Ele também falou sobre as propostas de incentivos para a produção do etanol de milho encaminhadas para a Assembleia Legislativa e, ainda abordou a parte técnica falando da diferença entre as indústrias que produzem etanol de cana e de milho.

Outro assunto da noite desta quarta-feira foi a tecnologia de aplicação, conduzido pelo doutor em agronomia, na área de tecnologia de aplicação e pesquisador da Universidade Estadual Paulista (Unesp), campus de Botucatu, Allisson Augusto Barbieri Mota. Ele falou sobre vários assuntos que os produtores conhecem e dificuldades que enfrentam no cotidiano.

Para o produtor Altair José Koll, é nestas palestras, que se ouve um detalhe ou outro que ajuda a melhorar o trabalho de aplicação. "Precisamos aliar tecnologia, conhecimento e informação para driblar a oscilação de preços dos nossos produtos que é um problema constante", destaca Koll.

Assim como Koll, Murilo Ramos também ficou bastante atento as informações do pesquisador da Unesp. Ele conta que a qualificação de mão de obra ainda está entre as principais dificuldades enfrentadas pelos produtores. "O SENAR-MT é um parceiro muito importante para minimizarmos este problema".

De acordo com o presidente do Sindicato Rural de Canarana, Arlindo Cancian, para 2016 já tem mais de 50 treinamentos programados. "Os mais demandados são na área de máquinas e implementos agrícolas e também segurança do trabalho". Cancian também falou projetos como o Soja Brasil são muito importantes e contribuem muito na formação do trabalhador rural. "Temos um pouco de dificuldade de mobilizar o produtor que também tem seus afazeres, mas um projeto como o Soja Brasil sempre consegue atrair o povo. Os assuntos são sempre de interesse do produtor rural".

OFICINAS – O período da manhã é sempre reservado para as oficinas. Nesta quinta-feira (14/1), mais de 50 pessoas participam das atividades na Carrega Brasil. Além das demonstrações práticas sobre Manejo Integrado de Praga e Tecnologia de Aplicação, vários outros assuntos também serão abordados com palestras dos parceiros do projeto.

O Soja Brasil é um projeto realizado pelo SENAR-MT, Canal Rural, Aprosoja Brasil e diversos outros parceiros. Para a safra 2015/2016 os assuntos em pauta são Manejo Integrado de Pragas, Tecnologia de Aplicação e Etanol de Milho. Nos municípios por onde a Carrega Brasil passa o principal parceiro é o Sindicato Rural.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DA SEGUNDA ETAPA DA CARAVANA SOJA BRASIL

PRIMEIRA SEMANA
Quinta-feira  (14) – Água Boa
Sexta-feira (15) – Nova Xavantina

SEGUNDA SEMANA
Segunda-feira (18) – Campo Verde
Terça-feira (19) – Primavera do  Leste
Quarta-feira (20) – Rondonópolis
Quinta-feira (21) – Itiquira
Sexta-feira (22) – Alto Araguaia

Assessoria de Comunicação Sistema Famato/ SENAR-MT
www.sistemafamato.org.br