Parceria garante capacitação para diversificar a renda do produtor rural

22/02/2018

O Sindicato Rural de Campinápolis, município que faz parte da regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar/MT), de Querência, capacitou nove pessoas para atuar na sangria da seringueira, neste mês de fevereiro. De acordo com o presidente do Sindicato Rural, Joaquim José de Almeida, o objetivo é qualificar mão de obra para atuar em cadeias que estão sendo desenvolvidas na região para diversificar e melhorar a renda dos produtores.

Localizado a cerca de 600 quilômetros de Cuiabá e, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), um município com cerca de 15 mil habitantes, Campinápolis tem como base de sua econômia a pecuária de leite. "Mas chegou a hora de diversificar. Temos muitos produtores investindo em outras cadeias produtivas e, por isso, precisamos de qualificação para desenvolver as atividades agropecuárias de forma correta", destaca. "Este mês também qualificamos mão de obra para atuar na produção de minhocas", acrescenta o presidente.

Com carga horária de 40 horas, o treinamento de Sangria de Seringueira tem como objetivo mostrar como se extrai o látex, utilizando os processos tecnológicos adequados. Os nove participantes tiveram a oportunidade de ver a utilização das técnicas necessárias para a sangria e conhecer os materiais e ferramentas utilizados na atividade. Além disso, ainda discutiram assuntos como o controle das principais pragas e doenças que atacam os seringais.

De acordo com o instrutor credenciado junto ao Senar/MT, há 21 anos, Lourival Resende a qualificação de profissionais para atuar na sangria de seringueira é primordial, principalmente para a conservação das árvores. "Uma pessoa que não utiliza as técnicas adequadas pode causar a redução da vida útil das árvores causando um prejuízo irreparável".

O casal Maria José Farias Valadão e Antônio Inácio Neto, é produtor de látex, em Campinápolis. Com cerca de 12 mil árvores, os dois já começaram a extração em maio do ano passado. Maria José conta que sempre quiseram fazer este treinamento, mas nunca tiveram oportunidade. "Começamos sem ter qualificação. Neste treinamento ofertado pelo sindicato, em parceria com o Senar/MT, aprendermos a maneira correta de fazer a sangria. Agora si, teremos os resultados que esperamos".

Os interessados em saber mais sobre o treinamento de Sangria de Seringueira devem procurar o Sindicato Rural de seu município para saber se há turmas programadas e se há vagas. No http://www.senarmt.org.br, os interessados podem saber mais sobre o conteúdo e os pré-requisitos para fazer este treinamento.

Assessoria de Comunicação Senar Mato Grosso